Posts Em Destaque

A concorrência: o que as pet shops têm de melhor


Descobrir por que as pet shops reinam no mercado passa por entender a relação das pessoas com seu animal.


Hoje os bichinhos de estimação suprem, em muitos casos, a ausência de filhos. “São tidos como membros da família e, como tal, há um esforço muito grande em proporcionar alegria a eles”, explica Paulo Vianna, consultor da Palmapet, consultoria especializada no segmento.


Alikan Silveira, da Brazilian Pet Foods, acrescenta que existe uma tendência de ‘humanização’ dos animais. Segundo ele, as pessoas desejam demonstrar carinho inclusive na hora de servir o alimento para o cão ou o gato. “Elas querem sentir prazer igual ao de preparar uma papinha para o bebê”, diz o gerente.


É justamente por transmitirem preocupação com o bem-estar do animal que as pet shops vendem mais. Segundo a fabricante Nestlé Purina, essa sensação chega ao consumidor graças ao atendimento diferenciado. Há presença de balconistas especializados que ajudam na decisão de compras e tiram dúvidas sobre o alimento ideal. É ainda o lugar onde o cachorro ou gato podem acompanhar o dono nas compras e ficar para o banho e a tosa e onde há uma variedade de acessórios, produtos de higiene e tudo o que for preciso para o conforto do bichinho.


Também existem vantagens operacionais entre as lojas especializadas. Em função da menor complexidade, a introdução de novos produtos e as decisões gerenciais, por exemplo, são mais rápidas. Para os fornecedores, o canal é interessante pelo custo menor de negociação, como lembra o consultor Paulo Vianna. Ele explica que essas lojas não cobram verbas por espaços extras ou para colocar consultores fazendo abordagens.


Gostou? Acompanhe nossas dicas e saiba mais!

Fonte: sm.com.br

Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags