Posts Em Destaque

Inverno pode causar doenças respiratórias em bovinos


Durante o inverno os cuidados devem ser redobrados com o rebanho. A época seca é ideal para a disseminação de doenças respiratórias em bovinos, como a bronquite e pneumonia, podendo causar grandes males nos animais.

A mudança de temperatura, as estiagens e as condições do confinamento. São fatores que influenciam na disseminação das doenças respiratórias em bovinos. A estiagem afeta, em particular, os bovinos, pois a falta de chuvas atinge diretamente as condições das pastagens, tornando-as escassas.

A veterinária Gisele Andrade ressalta as ameaças das doenças de inverno. “Em grandes animais os perigos desses males podem se potencializar se eles não estiverem em condições de saúde, ambientais e nutricionais adequadas. Considerando a forma de transmissão de determinada doença, o risco de todo o rebanho se contaminar e desenvolver a patologia também é maior”, conta. Os proprietários, porém, não precisam se preocupar com a própria saúde, pois essas doenças não são consideradas zoonoses, ou seja, não são transmitidas aos humanos.

Porém a veterinária recomenda cuidado com os animais já debilitados ou com algum fator de risco. “Qualquer doença pode ter um quadro de evolução que os levem a óbito, principalmente entre aqueles mais jovens ou idosos, ou os não vacinados adequadamente e em condições de má nutrição, o que os tornam mais susceptíveis a doenças, não só às de inverno, mas como qualquer outra”, completa.

O que são as doenças respiratórias em bovinosAs doenças respiratórias em bovinos, comumente chamadas de DRB, são as infecções pulmonares que acometem o gado. Geralmente os animais acabam desenvolvendo fortes pneumonias, que se manifestam com sintomas como a febre intensa, dificuldade de respiração, secreção nasal, fraqueza e falta de apetite.

Para um tratamento eficaz, é necessária a consulta de um médico veterinário que indicará o procedimento adequado. Geralmente são utilizados medicamentos antibióticos na terapia.

Procure um médico veterinário de sua confiança para indicar o melhor tratamento para os seus animais.

Fonte: Notícias da Pecuária e Biogénesis Bagó – Matéria de 2014, editada em 2018 para acréscimo de informações

Posts Recentes