Posts Em Destaque

Dicas para criação de frango de corte


Em uma criação de frangos para corte, o lucro ou prejuízo, depende principalmente da forma do cuidar e do manejo de frangos.

A criação de frangos de corte é uma das atividades agropecuária mais desenvolvida, pelo fato do lote estar pronto em menos de 50 dias, para dar lugar a outro lote. É necessário ajuste e cuidados com o ambiente, água, temperatura e com a ração, fazendo toda diferença, sendo também necessário um responsável para a elaboração de projetos para instalações e manejo do aviário. É essencial ter uma mão de obra dedicada permanentemente na propriedade, e ter água de boa qualidade e energia elétrica.O ambiente não pode ter contato com outras criações, deve ser um local seco, arejado e protegido.

PREPARO DO AVIÁRIO ANTES DA CHEGADA UM NOVO LOTE:

O aviário precisa estar limpo e sem presença de aves por pelo menos 10 dias, antes de soltar os pintos no ambiente. Deve ser feito uma desinfecção do aviário e dos equipamentos devem ser feito na véspera da chegada dos pintos, é importante também verificar se os bebedouros e comedouros estão abastecidos, para que não falte conforto e alimento para os pintinhos. É importante fazer uma contagem dos pintos existentes, sendo necessário também, separar aqueles que apresentam defeitos, que prejudica a sobrevivência da ave.

TEMPERATURAS PARA CRESCIMENTO ADEQUADO DAS AVES

1º dia = 32ºC

2º ao 7º dia = 30ºC

Primeira a segunda semana = 29ºC

Terceira semana = 27ºC

Quarta semana = 24ºC

Para esse processo, é importante, alojar somente aves da mesma idade no aviário. O controle da temperatura irá proporcionar melhor alimentação e maior taxa de crescimento. É preciso evitar o calor solar, e a iluminação deve ser distribuído no nível do piso.

CUIDADOS ESSENCIAIS

A distribuição dos bebedouros nos círculos de proteção e essencial na fase inicial, tem que desinfetar diariamente, e fornecer água limpa e fresca, as aves. O comedouro deve ser tipo bandeja, para facilitar a alimentação dos pintos. *As aves antes da panha não deve ter acesso a ração para fazerem o jejum pré-abate e reduzir o conteúdo gastrointestinal das aves, diminuindo a possibilidade de contaminação da carcaça na evocação decorrente do rompimento do ingluvio e ou intestino. É necessário, na época da apanha, separar as aves em grupos pequenos, para evitar perdas, facilitando a apanha e reduzindo a movimentação das demais aves.

CUIDADOS ESPECIAIS PARA O TRANSPORTE DAS AVES

Para fazer o transporte das aves, deve se dar atenção ao número de aves a colocar em cada caixa, devendo considerar também o sexo e o peso das aves, além de clima e distância do aviário ao abatedouro. É necessário oxigênio disponível no transporte dos frangos, falta de oxigênio pode causar asfixia ou coloração anormal nas aves. No transporte, muitas vezes usa-se os canos laterais e de cobertura. Para esse transporte das aves, os motoristas também precisam de muita atenção na carga. Um bom período para o transporte das aves e a noite, horário que evita temperatura elevadas, e que levam as aves a ter um bem estar no caminho, e reduzindo mortes das aves e resultando em carne de qualidade.

FONTE AVICULTURA INDUSTRIAL, Paraná Cooperativo

Posts Recentes